Mercado

Redução de custos: como o Cloud Computing pode ajudar?

By setembro 8, 2017 No Comments

Você pode estar se perguntando: por que se mudar para a nuvem? Há muitas boas razões, entre elas o aumento da eficiência e a possibilidade de fazer mais com menos. Mas a principal delas é a redução de custos que o cloud computing pode proporcionar para a empresa.

A computação em nuvem pode ser usada para quase todos os tipos de aplicativos, e não apenas para a segurança do negócio. Embora a ideia da nuvem às vezes possa parecer difícil de entender, está claro que ela ajuda seus usuários a economizar dinheiro, especialmente PMEs.

Para que você entenda como, separamos abaixo 5 benefícios financeiros que o cloud computing traz para quem decide investir nessa tecnologia para redução de custos. 

Escalabilidade com redução de custos

A computação em nuvem traz economias naturais por sua escalabilidade. Os aspectos práticos do cloud computing significam alta utilização e redução dos picos e vazões inevitáveis ​​nas cargas de trabalho.

Suas cargas de trabalho compartilharão os serviços do servidor com as necessidades de computação de outras organizações. Isso permite que o provedor de computação em nuvem otimize suas necessidades de servidores, o que significa custos mais baixos por melhores serviços para sua empresa.

Custos de energia mais baixos

A computação em nuvem te ajuda a economizar com energia. Esse é um resultado inevitável das economias de escala que acabamos de falar: uma melhor utilização ou redução do uso de hardware significa um uso de energia mais eficiente.

Quando você executa seu próprio datacenter, seus servidores não serão totalmente utilizados. Servidores inativos desperdiçam energia. Portanto, um provedor de serviços na nuvem, com o uso de servidores virtuais, por exemplo pode cobrar menos pela energia usada do que você acabaria gastando em seu próprio datacenter. 

Menores custos com pessoal

Sempre que há uma análise dos custos de computação das organizações, o orçamento de pessoal geralmente é o maior item individual; muitas vezes compõem mais da metade do total. Mas por que é tão alto?

Bons profissionais de TI são caros; seus salários, benefícios e outros custos trabalhistas geralmente superam os custos de hardware e software. E isso antes mesmo de adicionar o custo de recrutar pessoal bom com a experiência certa.

Quando você se muda para a nuvem, parte do dinheiro que você paga pelo serviço é para os custos de pessoal do provedor. Mas, normalmente, é uma quantidade muito menor do que se você fizesse todos os trabalhos internamente, contribuindo para a redução de custos. 

Vale lembrar que mudar para a nuvem também não significa demitir funcionários bons. Muitas organizações que se deslocam para o cloud computing descobrem que podem realocar seus recursos humanos para áreas que trarão mais benefícios para o core business da empresa.

Resiliência sem redundância

Quando você executa seus próprios servidores, você precisa comprar mais hardware do que você realmente utiliza para os casos de falhas. Em casos extremos, você precisa duplicar tudo. Ter hardware de reposição parado, just in case, é uma maneira cara de maximizar o tempo de atividade.

Em vez disso, por que não deixar um serviço de computação em nuvem lidar com o requisito de redundância? Nuvens típicas têm vários locais para seus datacenters e refletem seus dados e aplicativos em pelo menos dois deles. Essa é uma maneira menos dispendiosa de fazê-lo e outra maneira de aproveitar as economias de escala da nuvem.

Pague apenas pelo que usa

Os provedores de cloud computing oferecem acordos do tipo pay as you go, ou seja, você paga apenas pelo que usa. Além de garantir escalabilidade para os serviços, podendo aumentar ou reduzir o uso deles de acordo com a demanda, você também só pagará por aquilo que efetivamente está utilizando.

Gostou de saber como o cloud computing ajuda na redução de custos? Quer continuar recebendo dicas de como melhorar a gestão de TI da sua empresa? Acompanhe nosso blog e fique por dentro de todas as novidades!

Leave a Reply