Cloud Computing

Quanto vale a segurança dos dados da sua empresa?

By dezembro 21, 2017 fevereiro 14th, 2018 No Comments

Com um aumento nas ameaças à conformidade e ao crescente no número de brechas de segurança, muitos líderes empresariais, como você, se perguntam sobre os custos reais de garantir a segurança dos dados na empresa. A maioria das organizações conhece o valor da segurança e a importância da conformidade, mas não consegue proteger seus dados confidenciais com base nas melhores práticas.

As empresas entendem as ameaças que enfrentam de cibercriminosos que querem roubar ou danificar seus dados, mas devem fazer um melhor trabalho de proteção contra eles se quiserem evitar perdas prejudiciais.

Com dados confidenciais armazenados de forma tão onipresente nas infraestruturas da empresa, o ônus é dos executivos para garantir que suas empresas estejam protegidas corretamente contra acessos não autorizados.

Mas como fazer isso e quais os reais custos da segurança dos dados? É sobre isso que falaremos hoje! Continue lendo e descubra conosco!

Qual o custo para se proteger?

Empresas e associações hesitam em anunciar publicamente seus hábitos de consumo de segurança dos dados.

Para aumentar as dificuldades de rastrear o investimento médio na proteção de dados, as organizações têm uma variedade de necessidades diferentes quando se trata de segurança cibernética, uma vez que um prestador de serviços de saúde pode exigir uma segurança dos dados mais rigorosa do que um restaurante, por exemplo.

No entanto, o mercado de segurança da informação está crescendo. De acordo com o Gartner, em todo o mundo, as organizações gastaram 81,6 bilhões de dólares em 2016 em segurança da informação, um aumento de 7,9% em relação a 2015. E a expectativa é que o fechamento de 2017 apresente outro aumento.

Não há como evitar as enormes consequências financeiras de uma violação de dados. De acordo com o um estudo do Instituto Ponemon, o custo total médio de perda de informação corporativa ou pessoal sensível foi de aproximadamente 4 bilhões de dólares em 2016.

A maioria dos custos de violação de dados está associada à resolução do problema, pois as organizações devem pagar multas de conformidade e taxas judiciais, investir em processos forenses e de investigação e gastar receita em serviços de prevenção de roubo de identidade para clientes ou funcionários.

Além disso, o relatório da Ponemon observou que o volume de negócios com os consumidores é afetado diretamente por uma violação e, a partir desse momento, essas organizações devem gastar mais na aquisição de clientes, já que as perdas na sua reputação podem durar por muito tempo.

Qual é a solução para a segurança dos dados?

Simplificando, todas as organizações precisam de uma solução de segurança cibernética, caso contrário, o investimento em uma infraestrutura de TI pode acabar se transformado em uma ferramenta que não funciona.

Com diferentes softwares de monitoramento e firewalls físicos, é preciso cuidado pois você pode acabar com uma solução cara que não funciona bem naquilo que interessa: a proteção dos dados.

A maioria dos departamentos de TI geralmente são puxados em muitas direções e são desafiados a acompanhar o que há de mais recente em estratégias de segurança física e de rede. É aí que entra a computação em nuvem.

Em uma implantação da nuvem, todos os dados críticos são armazenados em um datacenter seguro e fora do local.  Com o cloud computing, a segurança dos dados é o ponto de preocupação principal dos provedores, o que significa que os clientes podem ter a certeza de que seus dados estarão certamente muito mais seguros na nuvem do que armazenados em uma infraestrutura interna local.

A computação em nuvem atua como a última linha de defesa quando todos os outros sistemas falham, garantindo que, mesmo que hajam violações, os dados permaneçam seguros.

Em outras palavras, fica muito mais difícil para os cibercriminosos comprometer a informação quando as organizações usam o cloud. Ele criptografa e-mails e dados de armazenamento em nuvem, separa a chave dos dados e garante que ninguém sem acesso autorizado — nem mesmo o seu fornecedor de cloud computing — possa acessar ou alterar informações.

Pronto para economizar e migrar para a nuvem? Assine nossa newsletter e receba muito mais dicas diretamente no seu e-mail!

Leave a Reply