Mercado

Datacenter próprio ou Cloud Computing: entenda qual modelo de negócio é o melhor para sua empresa

By novembro 10, 2017 No Comments

Quando as empresas estão em aceleração e experimentam crescimento, é comum que acabem precisando de espaço de armazenamento adicional para seu datacenter. Quando isso acontece, gestores e a equipe de TI devem decidir entre contratar uma equipe para gerenciar um servidor interno ou optar terceirização de datacenter.

Seja para apoiar aplicativos críticos ou simplesmente gerenciar as operações do dia a dia, as necessidades de TI de cada empresa variam. Eventualmente, a decisão certa se resume àquela que oferece as melhores vantagens e qual estratégia maximiza o custo total de propriedade (TCO, do inglês Total Cost of Ownership) do armazenamento de dados da organização.

No post de hoje, vamos te ajudar a tomar essa decisão, mostrando como funciona cada uma das opções e quais as vantagens e desvantagens dela. Acompanhe conosco!

O que pensar para a construção do seu próprio datacenter e trabalhar com uma equipe de TI?

Construir um datacenter no Brasil pode custar até 40% mais do que em outros países da América Latina. Os custos passam desde a aquisição dos hardwares e softwares, sistemas de controle de acesso, combate à incêndio, até a contratação de uma equipe de TI especializada para gerenciar todo este ecossistema.

As maiores empresas têm recursos financeiros extensivos para cobrir todos os custos de construção e são capazes de lidar com um influxo de pessoal e necessidades de TI, incluindo manutenção de infraestrutura, monitoramento em torno da nuvem e refrigeração adicional que pode ser necessária.

Isso significa que construir um datacenter próprio pode ter o maior sentido a longo prazo para uma empresa maior com quantidades expansivas de dados, mas pode não ser uma boa escolha se você é uma pequena ou média empresa.

Depois que uma empresa cria seu próprio datacenter, as empresas se beneficiam de ter controle total sobre seus dados, medidas de segurança, operações e meio ambiente. As organizações terão o controle completo do acesso ao espaço, energia e temperatura. 

Por outro lado, e um importante fator financeiro a considerar, depois de construir e implementar um datacenter dentro de uma empresa, para expandir ou redimensionar deve-se pensar na compra e instalação de nova infraestrutura, ou seja, mais custos para o bolso da empresa. Isso sem falar na obsolescência e depreciação acelerada desses ativos que, em média, acabam se desvalorizando entre 3 e 5 anos.

Como é a terceirização de datacenter com um provedor confiável?

Pequenas e médias empresas, incluindo aquelas com soluções de computação em nuvem, exigem uma certa quantidade de espaço de armazenamento de dados para aumentar seus negócios. Uma startup pode exigir apenas uma pequena quantidade de gabinetes, três ou quatro, por exemplo, mas é necessária uma dependência completa para conectividade.

Neste caso, devido ao custo, fica inviável para uma pequena ou média empresa construir sua própria infraestrutura de datacenter. Além das despesas de construção, existem vários custos adicionais que são substanciais.

A terceirização de datacenter para um provedor dedicado oferece muitas vantagens para as empresas que não podem se dar ao luxo de gastar uma grande parte de seus recursos na construção de tal facilidade ou para aquelas grandes organizações que buscam cortar custos.

Além de ser uma opção muito mais em conta, a terceirização de datacenter ainda oferece os seguintes benefícios:

  • Custo total de propriedade (TCO): o arrendamento em uma instalação oferece um custo inicial substancialmente mais baixo. Além disso, com a capacidade de escolher entre uma série de provedores e sem ter a necessidade de uma equipe especializada ou pagar constantemente pela manutenção do equipamento, as empresas ficam com um TCO significativamente menor;
  • Escalabilidade: conforme mencionado anteriormente, ao construir um datacenter, são necessárias compras e instalações adicionais quando chegar a hora de redimensionar seus ativos. Com a terceirização, os provedores de Cloud Computing estão equipados com a capacidade de permitir às empresas expandir sua demanda de forma rápida e fácil para lidar com as crescentes necessidades de armazenamento;
  • Confiabilidade: com uma equipe de especialistas trabalhando o tempo todo e a presença de pessoal especializado dentro do fornecedor, os dados são processados ​​com grande eficiência, resultando em um desempenho ultra confiável;
  • Alcance e redundância: quando terceirizamos com múltiplas opções de conectividade, o potencial de falha do fornecedor é reduzido, protegendo aplicativos críticos e o desempenho da infraestrutura. A opção também fornece diferentes rotas de fibra para conectividade com a Internet, a fim de fornecer serviços confiáveis ​​para diferentes locais, ampliando o alcance e reduzindo a latência;
  • Segurança: os provedores de datacenter dedicados fornecem suporte e segurança 24×7, juntamente com logins biométricos em todos os pontos de acesso que proporcionam aos clientes uma tranquilidade de que seus dados estão protegidos com tecnologia altamente avançada. Além disso, as múltiplas camadas de segurança física em torno de sites e a interconexão com à Internet através de diversas operadoras protegem a transferência de dados e garantem a estabilidade das suas aplicações.

Mas então, o que funciona melhor para sua empresa?

Não importa o tamanho de uma empresa, se seu objetivo é conquistar a redução de custos enquanto ganha tempo para sua atividade fim, a terceirização é seguramente a melhor opção. Seja uma grande empresa com recursos financeiros extensivos ou uma empresa menor, analise os números e evidências e veja porque investir em um datacenter próprio pode acabar custando mais do que a computação em nuvem.

E agora que você já sabe porque deve terceirizar, aproveite e leia nosso post sobre os motivos que fazem da MGcloud a melhor escolha para hospedar suas aplicações e sistemas!

Leave a Reply