Uncategorized

Computação em nuvem: afinal quais são os benefícios?

By fevereiro 8, 2018 fevereiro 14th, 2018 No Comments

O movimento para a computação em nuvem é a mudança disruptiva que empresas de todo mundo enfrentam à medida que a indústria continua a crescer e amadurecer. Gestores e empresários têm nela uma oportunidade única para conseguir economia de custos e crescimento de receita, ao mesmo tempo que desenvolvem futuras oportunidades para suas empresas.

Aquelas que não aproveitarem essa oportunidade se tornarão rapidamente desatualizadas, e talvez logo deixem de ser lucrativas. É por isso que os líderes empresariais responsáveis ​​devem garantir que suas equipes tenham o treinamento necessário para que o negócio seja bem-sucedido.

Assim como a própria tecnologia, o valor e os benefícios da computação em nuvem continuam a evoluir. Os motivos para migrar para a nuvem em 2009 são muito diferentes dos motivos em 2017. Embora os principais benefícios de eficiência e agilidade permaneçam os mesmos, algumas vantagens não estavam em nossos radares até antes deste ano.

Para que você conheça quais são elas, abaixo exploramos as enormes vantagens que a computação em nuvem pode colocar na mesa para empreendedores que fizerem esta aposta! Veja só:

Qual a diferença entre a computação em nuvem e a tradicional?

O termo “computação em nuvem” refere-se a uma variedade de serviços de computação baseados na Internet. A diferença entre software baseado na nuvem e tradicional é que quando você acessa a nuvem, sua área de trabalho, laptop ou dispositivo móvel não é o que faz a computação real. A computação acontece em um datacenter grande fora de sua organização, e você simplesmente vê os resultados dele em sua própria tela.

A maioria dos serviços de computação em nuvem é acessada por meio de um navegador Web, como Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox ou Google Chrome. Você também pode usar determinados serviços da nuvem por meio de um aplicativo móvel dedicado ou através de um navegador em um smartphone ou tablet. Portanto, os serviços na nuvem não exigem que os usuários tenham computadores sofisticados que possam executar softwares especializados.

Especificamente, a computação em nuvem geralmente se refere a uma alternativa a algo que as organizações tradicionalmente gerenciariam internamente. Por exemplo, um serviço de webmail é uma alternativa baseada na nuvem para hospedar seu próprio servidor de e-mail. Assim como você pode terceirizar o seu datacenter e usar um fornecedor que utilize a nuvem para guardar as informações da sua empresa.

Por que as empresas preferem a computação em nuvem?

Em tempos de recuperação econômica, existe uma intensa pressão para reduzir o custo de aquisição e manutenção de soluções de TI. De fato, o suporte contínuo e a manutenção de soluções tradicionais geralmente podem ser até quatro vezes o custo de capital original.

As empresas acreditam que o custo atual do software e hardware empresarial tradicional é desproporcional ao valor que eles criam. A abordagem tradicional das licenças de software pago e a manutenção de infraestruturas locais vêm perdendo força à luz de todas as oportunidades que a computação em nuvem traz.

Os dias em que a TI representava um enorme consumo de dinheiro dentro das empresas estão rapidamente desaparecendo. A liderança corporativa quer extrair valor diretamente da TI, o que significa medir o ROI (do português, retorno sobre investimento) com precisão.

Dessa forma, a computação em nuvem permite:

  • Aproveitar o software e a infraestrutura como um serviço (IaaS, SaaS e PaaS), reduzindo custos com compras de licenças e hardware;
  • Tornar as aplicações muito mais fáceis de configurar;
  • Executar o seu negócio sem se preocupar com sua TI — uma solução de nuvem gerenciada significa que seu provedor de hospedagem está fará o monitoramento da sua infraestrutura 24/7 no seu lugar;
  • Implantar rapidamente novos projetos e colocá-los em ação rapidamente, mantendo você na vanguarda da inovação em seu setor;
  • Evitar o estouro do orçamento de TI, fornecendo custos mais estáveis e previsíveis;
  • Garantir mais segurança aos dados da sua empresa, uma vez que além de contar com uma equipe focada em prevenir ataques criminosos, elimina-se o risco de perder dados em casos de problemas no hardware;
  • Expandir a capacidade conforme necessário, quando necessário — as plataformas baseadas em nuvem fornecem recursos de auto-provisionamento automático que permitem que os aplicativos expandam rapidamente a capacidade e o custo esteja diretamente alinhado com essa expansão ou contração.

Sem dúvidas, a computação em nuvem economiza tempo e dinheiro para empresas. Entretanto, é preciso pesquisar bem e escolher um fornecedor que te ofereça o suporte necessário para que a migração aconteça da melhor forma.

Por isso, leia nosso sobre porque você deve escolher a MGcloud para o seu datacenter!

Leave a Reply